Blog, Lei

A importância da família na construção de uma primeira infância saudável

Por Beatriz Martins

É comum ouvirmos no nosso cotidiano, frases que atribuem toda responsabilidade sob as crianças, aos pais ou responsáveis. Isso porque, a família é o primeiro espaço de convivência social do indivíduo. Mas, você sabia que por trás desse pensamento, existem previsões legais, as quais dispõe a respeito dos direitos das crianças e adolescentes?

Bom, antes de mais nada, cabe ressaltar que, a primeira infância vai desde o nascimento do bebê até aos 06 anos de idade. Segundo o artigo 22 do Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei 8069/90, é de competência dos pais em igualdade de responsabilidade, o dever de sustento, guarda e educação dos menores.  No entanto, para além do estabelecido na lei, a família exerce papel importante no desenvolvimento, bem como na construção de uma primeira infância saudável.

Em primeiro lugar, é importante saber respeitar as particularidades da criança, pois cada uma demonstrará necessidades distintas. É nesse ponto que a interação entre os membros da família e o menor torna-se de grande importância, visto que a construção de uma convivência afetiva cria vínculos entre o adulto e o menor. Dessa forma, os adultos devem procurar ser um lugar de refúgio e acolhimento para as crianças, uma fonte de recurso, na qual possam encontrar segurança a todo o momento.

De acordo com o psicólogo Carlos Mendonça, é da família que a criança vai extrair valores morais, éticos, usos e costumes, dentre outros. Assim, a família se torna a principal referência, uma vez que, todo aprendizado nos primeiros anos da criança irá ter reflexo ao longo de toda sua vida. É importante ressaltar que existem diversas formas e atitudes para uma convivência harmônica, sendo esta repleta de afeto, mas também de regras e limites. Para Carlos Mendonça, a disciplina é um dos elementos fundamentais para uma infância saudável, pois é necessário que os filhos ou filhas sejam submetidos a regras. Além disso, o diálogo, bem como o tempo, também são elementos significativos, visto que as crianças são dotadas de compreensão afetiva, e requerem dos adultos tempo para proporcioná-las momentos agradáveis, cada qual com sua relevância.  Sendo assim, nunca esqueça: as crianças são reflexos do meio a qual estão inseridas.

E você, já tinha conhecimento a respeito da primeira infância? Ficou sabendo agora? Curte, comenta e compartilha, pois é através da informação que mudanças podem acontecer.

REFERÊNCIAS

L8069compiladoa (planalto.gov.br)

Infância saudável: psicólogo explica importância da família no desenvolvimento da criança | UNINASSAU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s